A influência da mídia em nossas vidas!

fev 08, 2010 62 comentários by

Somos, todos os dias, bombardeados por diversas mídias que, em comum, tem o objetivo de nos vender alguma coisa. Uma idéia, um produto, um sonho, etc. O instrumento publicitário atinge, na maioria das vezes, seu publico alvo de acordo com o objetivo de seus idealizadores. Mas até que ponto a mídia influencia nossas vidas? A partir de quando a liberdade torna-se libertinagem?

Em alguns casos é interessante questionarmos a força da comunicação como influência das atitudes da massa popular a qual atinge. Por isso, a responsabilidade dos veículos de mídia é enorme, afinal uma marca forte pode influenciar uma quantidade significativa de pessoas tanto positiva como negativamente.

Um bom exemplo de mídia questionável refere-se às antigas mídias de cigarro. Na época em que eram veiculadas, incitavam o jovem a fumar, com a idéia de que o cigarro estava ligado à aventura, maturidade e saúde. Nos comerciais exibidos na TV e/ou em mídia impressa, imagens ligadas a esporte e juventude atraiam, principalmente adolescentes, a experimentarem o cigarro.

Após alguns anos, processos se acumularam contra a indústria do tabaco, vindos principalmente de pessoas que contraíram doenças respiratórias, as quais, circunstancialmente eram ligadas ao uso contínuo de cigarro. Em 2000, com a lei 10.167, a propaganda de cigarro foi proibida no Brasil. Segundo José Carlos Mattedi, da Agência Brasil.[1] Pesquisas feitas na época avaliaram o impacto da ausência da propaganda de cigarros entre os jovens da época, segundo os pesquisadores:

“Pode ter havido outras motivações que levaram a uma diminuição no consumo ou na sua estabilização. Mas não tenho dúvidas que a proibição da propaganda foi fundamental para os resultados”, enfatiza Carlini. Além dele, trabalharam nas pesquisas: José Carlos Galduroz, Arilton Martins Fonseca e Ana Regina Noto.

“A propaganda de cigarro era bastante insinuante, ligada ao sucesso pessoal e a fatores como status econômico. Isso influenciava, principalmente, a camada jovem”, ressalta Carlini.

“Já o primeiro estudo que fizemos em 1987, também com estudantes, mas em 27 capitais, mostrava que 22,4% haviam experimentado tabaco, número esse que subiu para 32,7% dez anos depois, num aumento de 50%”, sublinha, sugerindo que caso a proibição não fosse aprovada, os dados atuais seriam acentuados. “O dado de 2005, de 21,7%, é menor do que o de quase 20 anos atrás”, pontua.

O número caiu tanto entre os meninos como entre as meninas. Nos primeiros, a queda foi de 36% (1997) para 21,9%. Na outra faixa, de 31,9% para 21,3%. Entre os pré-adolescentes (12 a 14 anos) também houve diminuição: de 13,8% para 8%.

Ao analisarmos uma pesquisa como essa, temos de forma clara, a idéia de quão poder tem a mídia. O Brasil ainda treme ao lembrar-se da ditadura e sua censura. No entanto, cabe ressaltar, que a responsabilidade dos veículos de comunicação refere-se, em parte, a educação de nossas crianças e jovens.

Portanto, cada mensagem deve ser analisada do ponto de vista crítico, evitando o desgaste ainda maior da sociedade atual, a qual tem seus filhos criados por terceiros, na medida em que, os pais, tornam-se ausentes ao serem explorados, de forma, cada vez mais intensa pelo sistema econômico atual.


[1] – http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2007/01/28/materia.2007-01-28.0516028868/

Marketing

Sobre o autor

Graduado em Gestão Marketing, experiência na área de publicidade, design e webdesign, animação 3d e edição de vídeo não linear. Pós-graduando em Engenharia de Sistemas. Três livros escritos ainda não publicados. Atualmente, desenvolve trabalhos de consultoria de marketing, criação de sites e computação gráfica.

62 Responses to “A influência da mídia em nossas vidas!”

  1. Gil Lemos says:

    Caroline, Obrigado Pela Visita!

    Adorei sua ideia! Estou fazendo um artigo sobre isso. Na verdade, abordarei não apenas a notícia mas a informação de um modo geral, bem como, um comparativo entre a visão jornalistica de linguagem e a publicitária. Estou lendo alguns livros para fundamentação e bibliografia.
    Até sexta-feira dia 22/06/2012 estará no ar.

    Um forte abraço!

  2. Gil Lemos says:

    Caroline, Bom Dia!

    Desculpe a demora, mas tive problemas na minha internet aqui.
    O artigo já está no ar.
    http://www.uqmarketing.com.br/marketing/a-transformacao-da-informacao-a-midia/

  3. Raquel Nara says:

    MUITO BOM ! ME AJUDOU MUITO COM MEU TRABALHO DE FILOSOFIA :D

  4. Gil Lemos says:

    Raquel, Obrigado pela sua visita!

    Estou remodelando algumas coisas no site para dar mais dinâmica aos artigos. Espero poder contribuir ainda mais com esse trabalho.

    Um forte abraço,

    Gil Lemos

  5. maycon says:

    Otima ajuda para colocala no meu blog

  6. Mateeus Rodrigues says:

    Goostei mt ta me ajudano mt no meu seminario da escola !

  7. Carol Mendes says:

    adooooooooooooooooorei gente fofa estou me saindo muito bem na pesquisa sobre a midia beijinhos e abraços Carol Mendes,,,.

  8. diogo alvino says:

    parabéns cara vooc é 10

  9. riitalycia says:

    Um texto muito intereante
    meus parabens!

  10. jessica says:

    mto bom me ajudou bastante no meu trabalho de filosofia!

    #jeh

  11. Gil Lemos says:

    Obrigado Jessica!

    É muito bom saber que nossos artigos tem ajudado as pessoas. Em breve mais atualizações.

    Obrigado pela visita.

    Gil Lemos

  12. Gil Lemos says:

    Obrigado pela comentário Rita!

    Estou a disposição em breve mais artigos.

    Um forte abraço!

    Gil Lemos

Deixe um comentário

%d blogueiros curtiram isso: